quinta-feira, 7 de novembro de 2013

O PRESENTE



A noite de natal foi muito animada. Muita comida. Muita bebida. E, claro, muita troca de presentes, aliás, a troca de presentes foi o ponto alto da festa. Ao final, quase de manhã, todos foram dormir. Cansados, extremamente exaustos.
De manhã bem cedo, o filho do casal entra no quarto ansioso.
- Papai! Mamãe! Acordem... Vamos... Vamos... Acordem logo. – diz pulando sobre a cama, entre os pais que acordam assustados.
- Meu Deus! Filho, o que aconteceu? – pergunta a mãe.
- Vamos... Vamos...
- Onde? – continua a mãe.
- Meu filho, acalme-se. Por favor! O que esta acontecendo? Por que esta sangria desatada? – diz o pai.
- Vamos pai! Vamos lá fora. Vamos logo.
- O que esta acontecendo lá fora de tão importante assim?
- É que o papai Noel veio aqui ontem à noite me deixar um presente.
- Papai Noel?
- É! Eu ouvi quando ele chegou, e quando foi embora. Pai... Pai... Olha só como eu fui esperto, como eu sabia que ele ia me deixar um presente fingi que estava dormindo. Para não estragar a surpresa. Viu... Viu como eu sou esperto.
- É sim, filho, você é muito esperto, mas... – o pai interrompeu quando a mãe lançou-lhe um olhar fulminante. – Bem... Como você sabe que era o papai Noel? – outro olhar – Está bem! Vamos lá dar uma olhada.
Contrariado ele se levantou da cama e saiu com o pequeno filho, este, todo entusiasmado, ansioso, feliz. Enquanto o menino procurava o presente pelo quintal, o pai procurava encontrar uma desculpa convincente para dar-lhe, quando ele chegasse a conclusão de que não havia presente algum escondido.
De repente, ele nota alguma coisa diferente no quintal.
“Não pode ser.” “Não acredito.” “Meu Deus!” “Não pode ser.” – pensou.
De repente toda a sua atenção se volta para um só lugar. Ele se esquece do filho que esta no quintal a procura do presente deixado pelo papai Noel.
De repente, nada do que esta à sua volta faz sentido.
“Eu não estou acreditando nisso”. “Não estou.”
Então, ele dá um grito ensurdecedor.

- Cadê o meu carro!!!!!!!!

Marc Souza

Um comentário:

  1. Carlos Eduardo Freitas9 de novembro de 2013 09:44

    Muito bom... Eita papai Noel safadinho... kkkkk

    ResponderExcluir